Revista “Forbes” destaca uspianos de até 30 anos que fazem a diferença em suas áreas de atuação

Revista “Forbes” destaca uspianos de até 30 anos que fazem a diferença em suas áreas de atuação

author
4 minutes, 20 seconds Read
Arte sobre fotos/Forbes

.
A última edição da revista Forbes Brasil divulgou uma lista de jovens de até 30 anos de idade com maior destaque e impacto em suas áreas de atuação, em 2022, eleitos por sugestão de leitores, líderes empresariais e especialistas nas áreas destacadas, além de sugestões enviadas pela equipe da Forbes, que acompanha as notícias e pesquisa os fatos relevantes em busca de nomes que sejam expressivos. A lista de 2022 da Forbes Under 30 trouxe 90 nomes em destaque, divididos em 15 categorias. Entre eles, uma aluna e dois egressos da USP foram homenageados:
.
Anderson Caio Santos Silva
Formado pelo Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da USP

Filho de um operário e de uma faxineira, Anderson Caio Santos Silva fez o curso de Ciências de Computação na USP em São Carlos e desenvolveu uma carreira empreendedora na área de tecnologia, em que se tornou sócio de duas empresas e fundador da Iglu, uma startup com soluções para lojas que desejam integrar suas plataformas de comércio virtuais e físicas.

Ele foi selecionado como um dos seis destaques da categoria Varejo & E-commerce e entre os seus desafios futuros está a geração de riqueza por meio das empresas em que investe e da startup que criou. “Acho que estou cumprindo meu propósito de vida, que é trazer uma referência para as pessoas que vêm de onde eu vim: se tem gente que conseguiu, vai lá que você consegue, é possível. Isso é bastante significativo para mim. Quando eu venço, não sou apenas eu que venço, vence minha família e todas as pessoas que vêm de onde eu vim”, diz.

Saiba mais sobre Anderson neste link.

Anderson Caio Santos Silva – Arte sobre foto: ICMC/Forbes

.
Verena Paccola Menezes

Estudante do curso de Medicina da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP) da USP

Selecionada na categoria Ciência e Educação, Verena Paccola Menezes, do curso de Medicina da FMRP da USP, recebeu diversos prêmios por descobrir mais de 25 asteroides nunca descritos. “Ganhar esse destaque vai muito além de uma conquista pessoal, mas uma conquista coletiva. Eu luto muito por uma equidade de gênero na ciência. Como uma mulher que cresceu na ciência, eu sei da desigualdade nessa área e quero lutar contra isso, quero inspirar a nova geração de meninas e estar na Forbes é uma forma de mostrar para essas meninas do que elas são capazes”, disse.

No futuro, a estudante conta que quer terminar a graduação em Medicina pela FMRP e almeja fazer residência em Neurocirurgia. Além disso, também planeja se especializar em Medicina Espacial, e sonha em ser a primeira brasileira a ir para o espaço e receber um Prêmio Nobel. “Junto a isso, quero continuar inspirando meninas na ciência e divulgar ainda mais a importância do trabalho científico”, reforça Verena.

Saiba mais sobre Verena neste link.

Arte sobre foto: FMRP/Forbes

.
Danielle Khoury Gregorio

Arquiteta formada na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU) da USP

Destaque na categoria Arquitetura, Design e Urbanismo, Danielle Khoury Gregorio foi selecionada pelo trabalho com a arquitetura dos povos ribeirinhos da Amazônia, tema de seu Trabalho Final de Graduação (TFG) na FAU, sob orientação da professora Helena Ayoub. O trabalho rendeu à pesquisadora diversos prêmios nacionais e internacionais.

A proposta do projeto, intitulado Sobre as Águas da Amazônia – Habitação e Cultura Ribeirinha, consiste em um conjunto habitacional em Manaus, capital do Estado do Amazonas, voltado para populações ribeirinhas que vivem em situação de vulnerabilidade. Ressalta a importância de resgatar as qualidades da arquitetura tradicional, incorporando nos desenhos características habituais aos moradores de palafitas e flutuantes. O trabalho é também uma crítica ao modelo atual de habitação social, que cria modelos de moradia genéricos e desconsideram as especificidades sociais e culturais da região.

Arte sobre foto: Arquivo pessoal/Forbes

.
Jovens inspiradores

A lista Forbes Under 30 foi criada em 2012 pela Forbes norte-americana e é publicada no Brasil desde 2014. Já foram homenageados mais de 500 nomes. As categorias são as seguintes: Arte (Artes Plásticas e Literatura); Artes Dramáticas (Cinema, Teatro e Televisão); Ciência e Educação; Design, Arquitetura e Urbanismo; Esportes; Finanças e Venture Capital; Gastronomia; Indústria (inclui Infraestrutura e Logística); Marketing e Publicidade; Moda; Música; Tecnologia e Inovação; Terceiro Setor e Empreendedorismo Social; Varejo e E-commerce; e Web (inclui E-sports).

“Cada candidato é avaliado segundo uma série de critérios e métricas objetivas e subjetivas, como faturamento, criatividade, ineditismo, benefícios sociais reais e projetados, número de pessoas impactadas e potencial de transformação no setor, no mercado, na comunidade, no país e no mundo”, explica a divulgação da revista.

Para saber mais acesse a edição da Forbes Under 30 no site www.forbes.com.br/under30.

.

Com informações de Denise Casatti, da Assessoria de Comunicação do ICMC; Vinicius Botelho, da Comunicação da USP Ribeirão Preto; e do Facebook da FAU

Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress